COMPORTAMENTO

A maioria das pessoas que convive com animais de estimação pensa, equivocadamente, que o ADESTRAMENTO corrige maus hábitos e comportamentos inadequados. Adestramento é o treinamento de alguma tarefa que o cão vai realizar quando alguém disser para ele fazer isso. Essa tarefa pode ser apenas atender aos comandos de obediência como forma de conduzir e disciplinar o cão às regras de convivência no nosso meio ambiente, mas essa "tarefa" não elimina maus comportamentos ou comportamentos inadequados, principalmente quando o cão fica sozinho em casa.

Com certeza o adestramento é um desafio psicológico para o cão, precisa utilizar uma linguagem adequada e técnicas que sejam justas e positivas para motivar e criar associações corretas sem causar medo ou subjugar o animal. O cão adestrado fica mais equilibrado por entender o que querem dele, mantendo uma comunicação adequada e criando condições para o cão se expressar naturalmente dentro do nosso ambiente, respeitando regras e limites de forma positiva. Seguindo esses preceitos, o adestramento é apenas uma das ferramentas que podem auxiliar na reabilitação comportamental do cão.

Geralmente os problemas de comportamento canino têm origem nos conflitos de comunicação e hierarquia, na frustração por falta de estimulações adequadas e no medo. Portanto, é incorreto afirmar que o adestramento resolverá situações emocionais e falta de estrutura social e ambiental.

O comportamento pode ser considerado inadequado apenas por incomodar ou fugir ao controle das pessoas, mas para o cão pode ser um comportamento natural que está sendo reprimido em nosso ambiente.

É preciso então, utilizar a psicologia canina para tratar a causa do comportamento e associar ao adestramento de obediência para criar uma comunicação mais equilibrada e justa com o cão.

A psicologia é o ramo da ciência que estuda a mente e os processos mentais, no que se relaciona ao comportamento do homem e de outros animais. Assim, a psicologia canina estuda os processos mentais dos cães para entender, modificar, aprimorar ou extinguir comportamentos.

DESVIOS DE COMPORTAMENTO

Desvios de comportamento são comportamentos que fogem ao normal das regras de socialização e convivência da matilha ou que fogem às características de determinado padrão da raça. As causas podem ser genéticas, por problemas de saúde, mudanças na rotina, traumas, disfunções hormonais e até mesmo cognitivas em cães idosos.

Em alguns casos o desvio comportamental pode ser consequência de estimulações inadequadas durante o período de socialização (ver fases de desenvolvimento dos cães na página ENTENDENDO SEU CÃO), que ocorre dos 30 dias até os seis meses de idade.

Grande parte dos problemas de comportamento em cães e gatos domésticos é consequência do estresse pela falta de atendimento às suas necessidades inatas, da comunicação inadequada e da humanização dos animais.

SENCIÊNCIA ANIMAL (em construção)