INTERAÇÃO DISCIPLINADA

Para maior segurança dos cães e das pessoas envolvidas, todas as brincadeiras devem ser supervisionadas. 

As brincadeiras são utilizadas para criar momentos de interação disciplinada, mostrando ao cão a melhor forma de se relacionar com as pessoas.

Ao final das brincadeiras, os brinquedos e objetos utilizados devem ser guardados, de preferência sem acesso visual do cão nesse momento.

Sempre finalize a brincadeira de forma positiva. Dê um comando de obediência como DEITA, FICA e ofereça um osso ou brinquedo apropriado para o cão mastigar e descansar, recompensando seu bom desempenho.


SUGESTÕES

BUSCA!
Utilize duas bolas de tênis ou dois brinquedos, um em cada mão, de frente para o cão, esconda uma mão atrás das costas e mostre a outra com a bola. 

Olhe para o cão e diga SENTA, mostrando-lhe a bola. Logo que ele obedecer, jogue a bola e diga BUSCA, assim que o cão pegar a bola, chame-o AQUI. 

Quando ele chegar perto de você não pegue a bola, apenas agrade-o por ter obedecido. Se ele largar e se afastar da bola, está sinalizando que entendeu a brincadeira e está esperando vc jogar novamente.

Caso ele não largue, aproveite o momento para ensiná-lo. Mostre a bola que está na outra mão e com a mão livre aponte para baixo, diga LARGA. 

Quando ele largar, jogue a bola que está segurando. Pegue naturalmente a bola que o cão largou enquanto ele corre para buscar a outra e continue a brincadeira.



PROCURA!
Escolha um brinquedo que o cão goste muito ou um pedaço de petisco. Mostre ao cão para que cheire. Deixe o cão num canto da casa, diga FICA! fazendo o gesto correspondente, (se precisar feche a porta ou peça para alguém segurá-lo para que ele não veja o que vc está fazendo). 

Esconda o "prêmio". Solte o cão e diga PROCURA! 

Você pode orientar o cão caso ele fique confuso ou distraído, apontando para o local que ele deve procurar. Quando ele achar, elogie bastante. 

Você também pode se esconder atrás de uma porta e dizer PROCURA! quando o cão encontrá-lo elogie e agrade-o. 

PERSEGUIR E CAÇAR
Amarre um brinquedo numa corda de varal, balance e puxe para o cão perseguir e caçar. Deixe que ele pegue o brinquedo de vez em quando, para sacudir e mastigar um pouco. Diga para LARGAR e recomece a brincadeira. 

FAREJAR
Mostre um petisco ou brinquedo para o cão, coloque dentro de uma caixa de papelão com jornais amassados ou entre almofadas empilhadas e deixe que ele fareje e descubra como vai tirar o "prêmio" de lá!

foto: Game and Sports for Dogs
Você também pode usar uma toalha enrolada, tipo um rocambole, com um petisco escondido dentro, o cão vai precisar desenrolar para ganhar o prêmio!
foto: Game and Sports for Dogs
Garrafas pet (sem rótulos, tampas ou lacres) podem servir de brinquedo também. Coloque um pouco de ração ou petiscos cortados em pedaços bem pequenos dentro da garrafa e deixe o cão tentar tirá-los de lá. 

Para facilitar vc pode fazer alguns buracos na garrafa. 

Se o cão começar a mastigar a garrafa, troque por outra ou jogue fora. O plástico mastigado pode fazer mal ao cão!
foto: Game and Sports for Dogs

OBS: essa atividade é um pouco barulhenta, evite os horários de silêncio, e não deixe por muito tempo para não incomodar os vizinhos...

Existem brinquedos para cães apropriados para essa finalidade.

PET BALL  
                                                             

                                                                                                

KONG SATELLITE                             
                             
BUSY BUDDY                                       
   


CÃES E CRIANÇAS

OBS: NUNCA DEIXE CRIANÇAS E CÃES INTERAGIREM SEM SUPERVISÃO. 

Se vc tem crianças em casa, ensine-as a brincar sem agitação, utilizando os comandos de obediência ao iniciar e terminar as brincadeiras.

SIGA O LÍDER
Se o cão for de porte pequeno ou filhote a partir dos 3 meses de idade, utilize a coleira e a guia em casa e faça a criança andar com o cão pela casa, como se estivesse passeando na rua, com ritmo, sem dar atenção ao cão. Ele deve segui-la por onde for. 

Se o cão empacar, não deve ser puxado. Diga para a criança parar de andar e esperar ele relaxar. Ele pode ser estimulado a acompanhar a criança se ela lhe oferecer um petisco enquanto caminha ao seu lado.

Aproveite para treinar o comando JUNTO quando o cão estiver ao lado da criança, facilitando assim o processo de levá-lo à rua posteriormente.

Se o cão começar a puxar a guia, a criança deve apenas parar de andar e chamar o cão AQUI! até ele voltar para o lado dela. Ela deve agradá-lo brevemente e elogiá-lo quando ele vier. Pode ser usado um petisco para estimular o cão a vir quando chamado.

Todas as vezes que o cão empacar ou puxar, PARAR de andar. Só voltar a caminhar quando ele estiver ao lado.

OBS: EVITAR CORRER PARA NÃO TROPEÇAR NEM AGITAR O CÃO.

ENSINANDO NOMES

Se tiver mais de uma criança (ou adulto), a brincadeira pode ser direcionada para o cão aprender o nome de cada um. Para isso o cão deve conviver com os integrantes do jogo.

Com todos sentados no chão e petiscos nas mãos, fechadas sobre as pernas ou atrás das costas, o cão deve ser chamado (AQUI!) por uma pessoa que o recompensará com o petisco quando ele obedecer. Essa mesma pessoa diz para o cão "VÁ PARA A MARIA!" apontando na direção da Maria. 

O cão vai farejar cada integrante do grupo, mas só a Maria poderá recompensá-lo com o petisco, elogios e carinho.


                                                            foto: Game and Sports for Dogs


Agora, a Maria continua a brincadeira e diz para o cão, "VÁ PARA O JOÃO!"